NOTÍCIAS
09.07.2013
Papaventuras é vice na Brou Aventuras - Guapé/MG
A equipe Papaventuras busca sempre conciliar a prática do esporte corrida de aventura com a descoberta de lugares novos e maravilhosos pelo Brasil e pelo mundo a fora.
A equipe Papaventuras busca sempre conciliar a prática do esporte corrida de aventura com a descoberta de lugares novos e maravilhosos pelo Brasil e pelo mundo a fora, e dessa vez não foi diferente, viajamos na sexta para a cidade mineira de Guapé, colada no famoso “mar de minas”, a represa de Furnas.

Nossa aventura começou cedo, saímos de casa as 5 hs da madrugada de sexta rumo a Porto Alegre, entre voos, conexões e transfers chegamos em Guapé já eram quase meia noite, moídos...dai bora arrumar tudo, montar as bikes, separar equipamentos na mochila, arrumar as comidas, enfim tudo pronto era hora de dormir um pouco, pois a largada era as 9:00 da manhã as margens da represa.

Largamos de bike, Eu(Valmir), Rose, Pedro Pinheiro de SC e Alexandre Bicudão de MG, foram cerca de 16 km subindo a serra, passando por minas de mineração e muita subida, já no pc01 deixamos as bikes e seguimos para o trekking de 12 km buscando mais alguns pcs...novamente em cima das bikes era hora de descer a serra rumo ao Parque Paredão, um lugar fantástico, cercado por paredes de rocha e muitas cachoeiras, nesse ponto deixamos as bikes novamente e saímos para mais um trekking alucinante de 13 km por cima dos paredões com visuais de tirar o folego...e no final desse trekking descemos de rapel por um dos paredões com mais de 50 metros de altura.

Saímos para a ultima bike já estava anoitecendo, tínhamos que chegar de volta a cidade, pois nesse ponto se iniciava a etapa de canoagem de 11,5 km na represa de furnas, que é cheia de braços e a noite a navegação exigiu bastante. Conseguimos concluir o remo em duas horas, e saímos para u ultimo trekking da prova, de 17 km com muitas trilhas e pegadinhas para achar os dois pcs...chegamos de volta aos barcos já eram 4 horas da madrugada de domingo para fazer o ultimo trecho de remo e cruzar o pórtico, eram os mesmos 11,5 km da vinda, só que agora com uma névoa densa que não se enxergava absolutamente nada a frente, se ligasse a headlamp então piorava tudo...bem, com essa situação novamente os navegadores se puxaram para seguir remando somente pelo azimute da bussola, e conseguimos, chegamos as 7:45 da manha e na segunda colocação, resultado muito bom visto o alto nível da prova e dos participantes.

Confira todas as fotos
Fonte:Papaventuras
Newsletter
Receba em seu e-mail
as novidades da
Equipe Papaventuras
Nome
E-mail